Pesquisar Blog Jornal da Mulher

domingo, 16 de julho de 2017

LÍNGUA PORTUGUESA: OS 5 ERROS MAIS COMETIDOS NA FALA E NA ESCRITA



Domínio das normas do idioma é fundamental para o desenvolvimento dos estudantes


O uso correto da língua portuguesa é imprescindível, seja na vida escolar ou na futura vida profissional das crianças. Apesar disso, uma pesquisa do Núcleo Brasileiro de Estágios (Nube) mostrou que 40% dos estudantes são reprovados nas seleções de programas de estágio por conta de erros de português.

Para não cometer esses equívocos, é preciso praticar desde cedo a escrita e a fala corretas. “A leitura e a prática da escrita ainda na infância e adolescência evitam que se chegue à fase adulta cometendo erros básicos. Além disso, o acompanhamento de professores e um ensino focado na individualidade do aluno, contribuem para o melhor aprendizado do idioma”, afirma Camilo Carvalho, diretor da Ensina Mais Turma da Mônica, rede de apoio escolar em português, matemática, inglês e informática para alunos do Ensino Fundamental I e II.

O diretor apontou alguns dos erros mais cometidos da língua portuguesa, confira quais são e evite-os:

MAS E MAIS
O uso das expressões ‘mas’ e ‘mais’ confunde muitas pessoas. Porém, a regra é simples. “O uso do ‘mas’ significa oposição, restrição, já a palavra ‘mais’ é usada para definir acréscimo de quantidade”, afirma Camilo.
Exemplo: “Gostaria de ir, MAS, tenho compromisso” / “Gosto de café com MAIS açúcar”

TRÁS E TRAZ
Outras duas palavras que podem atrapalhar os desatentos são ‘trás’ e ‘traz’. “Enquanto traz vem do verbo trazer, trás vem de parte posterior, o mesmo de ‘atrás’”, comenta o diretor.
Exemplo: “Não olhe para TRÁS!” / “Ela sempre TRAZ almoço”

MENOS E MENAS
Fique atento, pois esse é um dos erros comuns mais graves. “A palavra ‘menas’ não existe, o termo menos é utilizado tanto para palavras masculinas como para termos femininos”, diz.
Exemplo: “Há MENOS pessoas que o esperado nesta festa”

MAU E MAL
Por serem palavras muito parecidas, os termos ‘mau’ e ‘mal’ também induzem muitas pessoas ao erro. “É importante se lembrar que ‘mau’ é o oposto de ‘bom’ e ‘mal’ o oposto de ‘bem’, isso facilita o entendimento”, comenta Camilo.
Exemplo: “Ele é um MAU jogador” / “Estou me sentindo MAL hoje”

ONDE E AONDE
Essa é traiçoeira! Os termos ‘onde’ e ‘aonde’ são, por muitas vezes, usados de forma indevida. “A palavra ‘onde’ indica permanência, enquanto o termo ‘aonde’ denota movimento”, diz o diretor.
Exemplo: “Onde você está?” / “Aonde estamos indo?”




Nenhum comentário:

Postar um comentário