Pesquisar este blog

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Última semana do Setembro Vermelho traz alerta sobre a saúde do coração na terceira idade




Especialista dá cinco dicas para fortalecer o coração dos idosos


As doenças cardiovasculares são as principais causas de morte no Brasil, chegando a marca de 350 mil óbitos por ano. Além disso, segundo dados do Instituto Lado a Lado pela Vida, complicações cardíacas matam 17,5 milhões de pessoas, por ano, em todo o mundo, o que representa 31% de todas as mortes do planeta. E para conscientizar ainda mais a população sobre a importância dos cuidados com o coração, a campanha do Setembro Vermelho está em sua 3° edição.

No entanto, o tempo traz algumas mudanças no organismo e com o passar dos anos os cuidados com o corpo devem aumentar. No dia 1° de outubro é comemorado o Dia do Idoso, que tem como objetivo sensibilizar a sociedade sobre questões, como o envelhecimento e a necessidade de proteger e cuidar a população mais idosa, principalmente quando se fala de doenças cardiovasculares. 

Confira algumas dicas que o coordenador da Cardiologia e Cirurgia Cardiovascular e coordenador das Unidades de Terapia Intensiva do Hospital e Maternidade Sino Brasileiro, Dr. Elcio Pires Junior, passou para fortalecer o coração dos idosos:

1. Evite o estresse: A possibilidade do colesterol subir após uma crise de estresse é muito grande, já que o corpo libera cortisol, hormônio que aumenta a concentração de glicose no sangue e, consequentemente, gera problemas como diabetes, alto nível de triglicérides e colesterol descontrolado

2. Consuma alimentos da Dieta Mediterrânea: como peixes, vinhos, azeite de oliva, frutas e nozes. A combinação desses alimentos é essencial para evitar doenças cardiovasculares, aumentando o HDL (colesterol bom) e diminuindo o HDL (colesterol ruim). Além disso, a dieta Mediterrânea também ajuda a evitar a obstrução das artérias e ajuda na prevenção do Alzheimer;

3. Cuide da higiene bucal: Segundo um estudo feito por cientistas italianos e ingleses, publicado no jornal da Faseb “The Federation of American Societies for Experimental Biology”, infecções na gengiva são grandes fatores de risco para o desenvolvimento de doenças do coração. Uma boca saudável pode prevenir o surgimento de doenças como aterosclerose, derrame e doenças do coração;

4. Consuma pouco sal: O alto consumo de sódio é uma das principais causas da hipertensão arterial. Utilize o sal marinho ou sal rosa, pois estes contêm menores níveis de sódio e mais minerais;

5. Beba vinho: Uma pequena dose de vinho tinto por dia contém a quantidade exata de resveratrol, substância antioxidante que ajuda a proteger o coração e reduzir os níveis de LDL, o colesterol ruim.
“É muito importante que as pessoas entendam o quanto a prevenção é importante e que um estilo de vida saudável, como comer bem, praticar exercícios físicos, diminuir o estresse e comparecer a consultas frequentes com o cardiologista, podem diminuir as chances de desenvolver futuras complicações cardíacas", finaliza o especialista.




Dr. Elcio Pires Júnior - coordenador da Cardiologia e Cirurgia Cardiovascular e coordenador das Unidades de Terapia Intensiva doHospital e Maternidade Sino Brasileiro. É membro especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular e membro internacional da The Society of Thoracic Surgeons dos EUA. Especialização em Cirurgia Cardiovascular pela Real e Benemérita Associação Portuguesa de Beneficência de São Paulo e Pós Graduação em Cirurgia Endovascular e Angiorradiologia pela Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. facebook.com/Dr-Élcio-Pires-Júnior-Cirurgião-Cardíaco


Nenhum comentário:

Postar um comentário

1.8 bilhão de pessoas continuam bebendo água potável sem proteção contra a contaminação por fezes

No âmbito do Dia Mundial do Banheiro, a Fundação We Are Water, uma iniciativa da Roca, alerta para a falta de acesso de milhões de pe...