Pesquisar Blog Jornal da Mulher

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

OUTUBRO ROSA - Clínica Strix alerta para câncer de mama nos animais

Seguindo as campanhas em combate à doença em humanos, clínica especializada faz exames preventivos em mamíferos

A Strix, clínica veterinária que oferece para cliente e o paciente uma proposta inovadora, confortável e completa de atendimento, lança no mês de outubro a campanha para conscientizar os donos de pets do perigo do câncer de mama nos animais domésticos, como cadelas, gatas e ratas, principais mamíferos afetados pela a doença.

Em contribuição à campanha Outubro Rosa, mundialmente conhecida por alertar sobre o perigo do câncer de mama dos humanos, a Strix oferece uma orientação completa sobre a importância do exame preventivo, identificação e tratamento da doença nos pets em consultas agendadas na clínica.
Assim como na medicina humana, a causa do câncer em pets não tem uma única origem, porém já é comprovado que alguns fatores podem aumentar as chances dos animais terem câncer nas mamas, como o uso de meios contraceptivos (injeções de hormônio utilizadas para não engravidar, comumente utilizadas em cadelas e gatas não castradas). Estudos provam que a castração antes do primeiro cio pode diminuir as chances de desenvolvimento de tumores de mama em até 89% para as cadelas e superior a 95% para as gatas.

Para evitar a doença, além da castração é importante fazer avaliações periódicas com o médico veterinário especializado. Os donos de pets também podem criar uma rotina de contato e palpação dos pets. Nos momentos em que o animal estiver relaxado em casa, sempre que possível, deve aproveitar e investigar se há pequenas bolinhas (nódulos) ou algo anormal no animal.

Os principais sintomas são: dores, inchaço ou aumento das mamas; presença de secreções nas mamas (cadelas que tem gravidez psicológica com frequência); caroços na região das mamas ou próximo a ela.

A respeito do exame preventivo de mamografia, diferentemente de como é realizada nas mulheres, não é utilizada em cadelas e gatas como um dos meios de diagnóstico. A identificação, na maioria dos casos, é realizada por meio da palpação de toda a cadeia mamária, que deve ser feita minuciosamente por um veterinário.

Assim que ocorre a identificação do tumor, o paciente passa por uma triagem de exames (ultrassom de abdome, raio-x de tórax e exames de sangue) e de maneira geral são encaminhadas para a “Mastectomia”, cirurgia para retirada, parcial ou total, da cadeia mamária.
Os tratamentos são similares aos utilizados nos humanos, sendo que alguns pacientes serão encaminhados para quimioterapia, como tratamento adjunto à cirurgia.

Felinos
O que se sabe é que embora seja menos frequente nas gatas, quando elas o têm, na maioria das vezes, são malignos e necessitam de um tratamento rápido e intenso, na tentativa de diminuir as chances de metástases, que é a disseminação do câncer para outros órgãos.



Strix – Clínica Veterinária Especializada
Av. Professor Vicente Ráo, 1275 - Jardim Petrópolis.
Tel. (11) 3589-4938/ 3589-4939


Nenhum comentário:

Postar um comentário