Pesquisar este blog

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Uso de celular e tablet pode causar torcicolo





Especialista diz com o aumento no número de horas que as pessoas ficam conectadas aos equipamentos eletrônicos e até ao whatsapp pode causar problemas na região cervical

O celular, tablet e computador se tornaram essenciais na vida das pessoas, com o imediatismo que o trabalho e a família exigem no dia a dia, ficar desconectado é praticamente impossível. Com o surgimento do whatsapp o número de horas das pessoas ligadas nos equipamentos eletrônicos aumentou ainda mais.
Mas essa realidade pode causar alguns problemas à coluna e também ao pescoço, podendo gerar o famoso torcicolo, devido à postura incorreta que normalmente as pessoas adotam ao utilizarem esses eletrônicos.
O torcicolo é a dor na coluna cervical que sai da cabeça e se irradia para a coluna e os ombros. Ele é caracterizado por uma dor importante com uma contratura muscular, ou seja, a musculatura da região cervical fica dura e essa é a grande queixa dos pacientes.
Segundo o ortopedista Dr. Rogério Vidal, especialista em coluna pelo Hospital das Clínicas, é importante que a pessoa passe por um especialista, caso tenha dores na região cervical.
“Todo torcicolo deve ter uma avaliação médica é um conjunto de sintomas determinado por dor na região cervical e por uma contratura muscular, o paciente muitas vezes fala pra gente que está travado e só consegue mexer os olhos então isso precisa ter uma avaliação médica”.
O ortopedista diz ainda que o estresse também pode ser uma das causas do torcicolo. 
“Duas causas são importantes como a postura inadequada ou até emocional, quando os pacientes são elevados a um momento de estresse muito grande. Na maioria das vezes nós temos os dois fatores associados, a alteração postural e a causada pelo estresse”. 
Em casos mais intensos, a pessoa precisa até procurar um pronto-socorro, pois não consegue aguardar o agendamento de consulta com um especialista devido à dor, explica Dr. Rogério Vidal.
“Se a dor for muito forte a pessoa deve ir a um pronto-socorro para ser medicado, avaliado e feito o diagnóstico e aí encaminhado para um especialista. Normalmente o tratamento é feito com analgésico, anti-inflamatórios e relaxantes musculares, além de uma fisioterapia específica para cada caso, depois do tratamento com medicamentos. É bom reiterar que a automedicação é contraindicada, porque várias questões podem causar o torcicolo, por isso é sempre muito importante buscar e seguir a orientação médica”.

Dr. Rogério Vidal de Lima - especialista em Coluna  pelo Hospital das Clínicas – SP, membro da SBOT - Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, membro da Sociedade Brasileir a de Patologias da Coluna e ainda da International Affiliate Membership of AAOS – American Academy of  Orthopaedic Surgeons. www.rogeriovidal.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Como utilizar a Black Friday a favor do seu negócio

O Brasil não está em um de seus melhores momentos e, ultimamente, vive uma insegurança política que vem desaquecendo a economia. No entan...