Pesquisar este blog

quarta-feira, 29 de abril de 2015

NEPAL



UNICEF no Brasil
Facebook do UNICEF no Brasil
Twitter do UNICEF no Brasil
Instagram do UNICEF no Brasil
Youtube do UNICEF no Brasil


Tiradentes


SYDNEY,
Ainda é cedo para precisar quantas vidas foram tiradas pelo terremoto que atingiu o Nepal, no último sábado, mas já são mais de 3,8 mil vítimas confirmadas até o momento.
Também já sabemos que 2,8 milhões de crianças estão nas regiões afetadas precisando de ajuda urgente. Isso é uma emergência de escala excepcional e já estamos lá para ajudar as crianças e protegê-las.
Por favor, ajude agora mesmo com uma doação.
Precisamos ajudar as crianças que estão sofrendo não apenas com os efeitos do terremoto e a perda de seus entes queridos, mas também por causa do frio, fome e falta de água.
E o perigo continua. Há prédios danificados que podem cair a qualquer momento porque terremotos como esse continuam movimentando a terra por algum tempo após sua ocorrência. Imagine o que é isso para aquelas pessoas.
Com sua doação vamos levar água, alimentos, medicamentos, cobertores e abrigos para as famílias afetadas.
Doe agora mesmo. As crianças do Nepal não podem esperar.
O tempo é muito curto e precisamos de toda ajuda possível.
Obrigado,
Wim Desmedt - Diretor de Captação de Recursos do UNICEF Brasil




txt

"Perto da cidade, vi uma van aberta correndo em direção ao hospital. Na parte de trás dela, rolando com as curvas e solavancos da estrada, estava o corpo de alguém que deve ter sido uma menina muito jovem. Rosto para baixo, todo coberto pela poeira. Jeans preto coberto com poeira. Cabelo emaranhado com a poeira. Isso me fez perceber a enormidade do impacto para a vida de todos aqui. Eu sinto dor por todas as famílias daqui. Vidas ceifadas em um minuto."
Rupa Joshi, Oficial de Comunicação do UNICEF no Nepal, que vive em Katmandu.
transp




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Como utilizar a Black Friday a favor do seu negócio

O Brasil não está em um de seus melhores momentos e, ultimamente, vive uma insegurança política que vem desaquecendo a economia. No entan...