Pesquisar este blog

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Campanha de vacinação contra a gripe: o que preciso saber?




Nesta época do ano, há um considerável aumento nos casos de doenças respiratórias, como a gripe, por exemplo. Mesmo que em seu estágio inicial este tipo de enfermidade não seja grave, ainda assim os desconfortos causados por seus sintomas impedem que muitos doentes executem suas atividades diárias com disposição e eficiência. Com isso, aumentam as visitas aos médicos e o número de afastamentos do trabalho.
Em virtude destes fatos, as empresas que se preocupam com a saúde de seus trabalhadores, devem atentar-se à Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe, para estimulá-los a prevenir-se a ela. Por isso, a GST reuniu informações básicas sobre o assunto:
O que é a gripe?
Também chamada de Influenza, a gripe é uma doença do sistema respiratório que tem como principais sintomas a febre alta, tosse seca, dores muscular, de garganta e de cabeça. Mesmo sendo considerada uma enfermidade simples, ela exige atenção, pois associada a complicações provenientes de bactérias ou do próprio vírus causador, poderá transformar-se em pneumonia, uma doença muito mais grave.
Quem deve tomar a vacina contra a gripe?
As pessoas com alto risco de sofrerem complicações com a gripe. Fazem parte deste grupo homens e mulheres a partir dos 50 anos; os que apresentam doenças crônicas pulmonares ou cardiovasculares; aqueles que estão em tratamento de doenças metabólicas crônicas, disfunção renal, deficiência imunológica e hemoglobinopatias; crianças com idade entre 6 a 18 meses que estejam sendo tratadas com aspirina; grávidas no segundo trimestre; e frequentadores de creches, orfanatos e casas de repouso.
Profissionais ligados à saúde como médicos, enfermeiros e paramédicos, pessoas que convivam com outras que façam parte do grupo de risco e qualquer outro indivíduo que deseje reduzir os riscos de adquirir a doença, também devem ser vacinados.
Quando e onde a vacina contra a gripe será distribuída?
Segundo ministro da Saúde Arthur Chioro, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe será lançada no dia 4 de maio de 2015, sendo que a prioridade para recebê-la será para quem faz parte do grupo de risco. Estas pessoas poderão procurar um dos mais de 65 mil postos de vacinação espalhados pelo país para receber a sua dosagem.
Há alguma reação alérgica proveniente da vacina ou alguma contraindicação?
A vacina da gripe, por si, é segura e não oferece riscos à população. Porém, quem é alérgico à proteína do ovo não deve tomá-la, pois tal componente está presente nas doses ministradas. No caso de uma pessoa que receba a vacina pela primeira vez, e que ainda não teve contato com os antígenos que produzirão os anticorpos, ela poderá apresentar mal-estar, febre ou mialgia, sintomas que deverão desaparecer em até 48 horas.
De acordo com site do governo as vacinas contra a gripe possibilitam a redução de 32% a 45% dos casos de internação por pneumonia e de 39% a 75% de situações em que ocorre a mortalidade por complicações da gripe. Tais dados comprovam a sua eficiência e reforçam os benefícios de recebê-la.
A GST recomenda às empresas que desenvolvam uma ação informativa como essa para os colaboradores de sua organização. Isso proporcionará a eles uma melhor qualidade de vida, e à empresa, uma melhoria em sua saúde financeira, ao passo que menores serão os custos médicos e os afastamentos pela doença.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Como utilizar a Black Friday a favor do seu negócio

O Brasil não está em um de seus melhores momentos e, ultimamente, vive uma insegurança política que vem desaquecendo a economia. No entan...